segunda-feira, 25 de julho de 2011

[Resenha][BookTour Selo Brasileiro]Ethernyt - A Guerra dos Anjos




Livro: Ethernyt - A Guerra dos Anjos
Autora: Márson Alquati
Preço: R$ 34,90
Editora: Giz Editorial
Como Comprar? Disponível pela livraria do Selo! 

Sumário: A contagem regressiva para o Fim dos Tempos já foi iniciada e não pode mais ser contida...

Quando o agente especial Rafael Thomas aceita o encargo de investigar a morte de um diplomata estrangeiro em solo brasileiro, ele não imagina no que está se metendo. Aos poucos, a verdade vai surgindo e ele descobre que por trás daquele crime encontra-se uma poderosa seita de fanáticos, cuja única pretensão é valerem-se de uma antiga profecia apocalíptica para deflagrarem o Armagedon Bíblico.

Começa então, uma incrível caçada pelos quatro cantos do globo, onde Thomas e os Escolhidos acabam envolvendo-se com sociedades secretas milenares, rituais macabros, mistérios e enigmas, assassinatos, perseguições, tiroteios e batalhas épicas de tirarem o fôlego. Até depararem-se com uma terrível revelação: Anjos e Demônios existem, são reais e estão prestes a destruírem a Terra na batalha definitiva entre o Bem e o Mal.

Muita ação, suspense e aventura em uma história repleta de temas polêmicos, que vão desde a origem da Raça Humana, os grandes mistérios da antiguidade e o advento das religiões, até a existência de vida extraterrestre, culminando em uma visão sombria sobre o destino da humanidade...



Resenha:

Uma bela surpresa foi "Ethernyt". O que eu achei de início que seria mais um romance policial (não estou reclamando, adoro romances policiais) tornou-se uma batalha épica capaz de definir o destino do mundo. Não estou brincando.

O livro inicia com a investigação do agente Rafael Thomas sobre o assassinato do diplomata francês e já inicia com a ação momentos depois, que aliás, é muito bem escrita. Mérito do autor Márson Alquati, eu concedo. Sempre dava pra visualizar direitinho onde cada personagem estava, quase como um filme passando na sua cabeça.

Quanto a história em si, ela tem algumas falhas lógicas, mas eu ignorei elas em favor do todo. As batalhas (e a grande guerra do clímax) são ótimas de ler, mas eu achei algumas das surpresas do livro meio óbvias e outras meio absurdas. Admito que uma em especial me fez fechar o livro com força e ir dormir rs.

Já os personagens, apesar de ter quase nenhum desenvolvimento emocional, são bem construídos e engraçados. Só acho uma pena só ter uma mulher num grupo de cinco, fica parecendo meio machista. Ao menos ela é tão forte quanto os outros do grupo. E já digo, amo o Leon.

Uma coisa de que não gostei foi a demasiada exposição de armas no livro. Tá, é ação, mas eu não preciso saber quantos tiros cada arma consegue atirar, até porque eu não me interesso muito por essa área. Podia só dizer o nome e seguir em frente com a história. Outro detalhe mais técnico, é que é necessário fazer uma revisão pra corrigir alguns erros de pontuação que são cruéis, viu. Fora isso, "Ethernyt - A Guerra dos Anjos" é super recomendado a quem adora um livro de ação.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

[Resenha][Booktour Selo Brasileiro] Estigmas da Luz


Livro: Estigmas da Luz
Autora: Liana Cupini
Preço: R$ 24,90
Editora: Above
Como Comprar? Disponível pela livraria do Selo! 

Sumário: O primeiro livro da série “Luz e Escuridão”, Estigmas da Luz, narra as aventuras de dois irmãos gêmeos, Aurora e Tomas. Após a fuga de uma clínica médica, eles descobrirão que sua doença misteriosa é, na verdade, um dom e que seus salvadores, um grupo conhecido como “Sentinela”, esconde do mundo a verdadeira história celestial. Serão eles fortes o suficiente para resistir a tudo aquilo que o destino lhes reserva?

“E sucedeu que, quando os filhos dos homens se multiplicaram, naqueles dias nasceram a eles filhas formosas e belas. E os Anjos, os filhos dos Céus, as viram e cobiçaram. E disseram uns aos outros: ‘Venham, escolhamos para nós esposas, dentre as filhas dos homens, e geremos filhos para nós’." Livro de Enoque 

Aurora é uma garota que apenas deseja ter uma vida normal, depois de ter passado os últimos dois anos internada em uma clínica para o tratamento de uma doença enigmática. Ela acorda de um sonho estranho, e se vê em um lugar diferente, uma ilha misteriosa cercada de desconhecidos. Seu irmão gêmeo, Tomas, que sempre se sentiu um prisioneiro na horrível clinica, vê naquela fuga a salvação, mas a reação da irmã ao descobrir seu plano é a pior possível e isso pode colocar tudo em perigo. Eles conhecerão Sarah, a chefe do Sentinela, que é apenas uma menina. E Gale, dono dos olhos verdes que guiaram a Aurora em seu sonho, e que logo conquista a amizade e confiança da garota. Mas nada naquela comunidade parece ser normal. Tomas terá que provar para a irmã que o impossível pode acontecer bem diante dos olhos dela, mesmo que ela ainda não consiga roubar as cores como ele. E o que para uns é um dom, para outros é maldição. Segredos, mentiras e pecados por anos escondidos do mundo terão de ser revelados, agora que a luz foi despertada. “Descubra os Segredos Celestiais, descubra um novo mundo”

Resenha: 

Recebi o livro e me impressionei de cara com a capa (não a do post, mas a antiga). Eu adorei o azul e a temática do universo, embora a capa nova também é digna.

Admito que, ao começar a ler, a história não me cativou. Mas ao continuar, ela foi ficando mais interessante, e de certa forma, surpreendente

O livro “Estigmas da Luz” conta a história de Aurora, ou Lola, como é seu apelido, que vive com  seu irmão em uma clínica nos Estados Unidos devido a uma doença de pele que os dois possuem.

Ou não, como acabamos por descobrir. Aurora e o irmão, Tomás, tem um poder especial: o de poder “roubar” as cores de outra pessoa e assim, absorver a cultura dela. Lola não sabia, mas o doutor estava fazendo experimentos e Tom, ao saber disso, resolve fugir da clínica, levando a irmã consigo.

Aurora é levada um tanto contra a vontade por Gale e seu irmão para uma ilha onde vivem os Nephelim, filhos de humanos e anjos. Lá, Aurora descobre toda a História dos Nephelim.



Uma coisa que eu não acabo não gostando em alguns livros é quando a história para para explicar que, na verdade, tudo gira em torno do tema sobrenatural - se os faraós eram alienigenas ou descendentes de anjos ou algo do tipo. Pode até ser que seja assim, mas eu acabo achando forçado. Principalmente porque neste livro, a autora mistura ainda outra lenda a dos Nephelim, o que eu achei bastante confuso.

Apesar de eu ter gostado do livro, ele me pareceu bastante imaturo. Não no sentido de ser infantil, mas sim no quesito de "ainda estar verde". Eu acho que o livro mereceria uma boa revisão e edição por parte da autora. Até porque não há realmente uma "trama" - o que é um pecado para qualquer autor, embora há ainda alguns fatos que me surpreenderam do meio para o final. Mas a falta de um bom "plot" ainda não é muito perdoável para mim.

Sabendo que o livro faz parte de uma série, fico ansiosa para ver o que acontecerá.